BLOLET

O teste bloco de letras é destinado a avaliar seu conhecimento das palavras, definições, significações múltiplas, seus sinônimos e das analogias que os reúnem na língua brasileira. O objetivo para o respondente é de achar o maior número possível de palavras o mais rapidamente possível, mas o tempo não é limitado.

A forma atual é composta de 20 blocos, sendo que cada bloco possui pelo menos quatro linhas. Primeira linha composta de três letras, segunda linha composta de quatro letras e assim por diante.

Para achar as palavras, existem definições, sinônimos, antônimos ou frases curtas. Cada linha utiliza todas as letras da linha precedente mais uma. Porém não é obrigatório começar na primeira linha : qualquer estratégia é boa. Se não achar uma ou mais palavras é possível ler definições mais simples clicando no botão modificar.

Mas a cada vez que se diminui o nível de dificuldade, as palavras achadas perderão de seu valor. Ficando no nível DIFÍCIL, cada palavra achada valerá 3 pontos. Passando no nível MÉDIO, palavras achadas valerão 2 pontos, até aquelas que você achou no nível difícil. Escolhendo o nível FÁCIL, cada palavra achada valerá 1 ponto. Não é possível voltar para o nível superior, após ter descido de nível, perdendo assim a cotação precedente.

Resumindo: preencha o maior número de linhas mantendo o mesmo nível de dificuldade. Às vezes não vale a pena modificar o nível de dificuldade para achar uma palavra ; pense bem na melhor estratégia a ser utilizada

Este teste, construído de forma clássica, ainda se encontra em uma fase de desenvolvimento e esperamos obter com a ajuda dos utilizadores um número de dados suficientes para precisar melhor que tipo de avaliação pode ser obtida.

Os escores brutos são padronizados em unidades mais conhecidas:

- escores G idênticos aos dos testes de atitudes (média= 50, desvio padrão = 20);

- Stanine (nove categorias estandardizadas, média = 5 e desvio padrão = 2, o que corresponde aos escores G arredondados a um algarismo)

- Unidade de Q.I. do tipo Wachsler (média = 100 e desvio padrão = 15).

CRITERIOS DE CONFIABILIDADE

Para esta versão ainda não dispomos de dados suficientes para concluirmos os estudos de validade e fidedignidade.

UTILIZAÇÃO

Uma amostra base de 500 pessoas seria suficiente para elaborar uma padronização brasileira e calcular os primeiros índices de fidedignidade.

Por enquanto o teste pode ser utilizado para hierarquizar grupos de indivíduos (erro sistêmico) e para avaliar de forma intuitiva um sujeito.

Nossa proposta é que as pessoas interessadas em colaborar no desenvolvimento de um instrumento de raciocínio verbal informatizado e que utiliza também o critério do tempo se manifestem e nos ajudem nesta tarefa.

Moityca Eficiência Empresarial Ltda.

Estrada do Itajurú, nº566 - Itanhangá - RJ
Fone: +55 21 3215-6355
contato@moityca.com.br